Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma flor de cada vez

Um, dois, três, uma flor de cada vez. Quatro, cinco, seis, era uma história de reis e rainhas.

Uma flor de cada vez

Um, dois, três, uma flor de cada vez. Quatro, cinco, seis, era uma história de reis e rainhas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

08
Nov18

Mil assuntos sobre os quais escrever.

Eli

Queria escrever sobre um tema específico hoje, mas estou a ter uma crise de paralisia da escolha. São tantos os assuntos que amo que nem sempre é fácil escolher um e começar um post do início ao fim sobre o mesmo assunto. Isto faz com que tenha montes e montes de rascunhos começados e não acabados, num blog que tem pouco mais de um mês. Um reflexo do que se tem passado em alguns aspectos da minha vida: começo coisas e não acabo, tenho ideias que não levo para a frente ou que concretizo de forma precipitada com pressa de chegar ao próximo destino.

 

Gosto de acreditar que o que faço é o sumo que resultou de uma grande laranja de escolhas, que eu espremi até à última gota. Mas nem sempre é assim, às vezes vivo atormentada pelos "e se..." da vida. Há tanto caminho para escolher, há tanto texto para escrever e isto é uma sorte a que todos os seres humanos do mundo não têm acesso... no fundo, bem lá no fundo, hoje tenho mil razões para estar grata. 

 

caminho_escolhas.jpg

 Foto tirada em Abril de 2015, uma semana antes do meu aniversário, 5 meses depois de chegar a França.

 

15 comentários

Comentar post